Vantagens e desvantagens de trabalhar quatro dias por semana

Vantagens e desvantagens de trabalhar quatro dias por semana

Quando pensamos na possibilidade de trabalhar apenas quatro dias por semana a ideia parece uma loucura, principalmente em Portugal, onde o número de horas parece estar sempre a aumentar. Mesmo depois de sairmos do local de trabalho, temos sempre o e-mail e o telemóvel que não nos deixam desligar por completo do meio laboral, o que acaba por ser um problema no que diz respeito ao controlo do tempo.

Sabemos que estamos em constante mudança e que temos de estar atentos aos nossos Recursos Humanos! E se a possibilidade de trabalhar quatro dias por semana fosse benéfica para a empresa e sobretudo para os funcionários que nela trabalham?

Serão mais as vantagens ou as desvantagens desta duração da jornada de trabalho? É mesmo isso que vamos analisar!

As vantagens desta forma de trabalho são:

  • Redução do absentismo dos trabalhadores (por consultas de rotina, assuntos pessoais a tratar, entre outros);
  • Mais tempo para o trabalhador se dedicar à família;
  • Bem-estar do funcionário: com a possibilidade de ter mais um dia de descanso, o colaborador pode dedicar mais tempo os seus hobbies e assim colmatar o desgaste e stress acumulados;
  • Benefícios ambientais: ao realizar menos deslocações de meios de transporte (casa, trabalho), o ambiente beneficiará com menos poluição;
  • Aumento de produtividade: funcionários menos stressados e mais motivados e comprometidos;
  • Capacidade para adquirir novas competências (tendo em conta que seria possível investir mais tempo na formação);
  • Manter o nível dos salários ou até mesmo aumentá-los (trabalhando menos dias e produzindo resultados significativos para as empresas);
  • Para a empresa existirá uma menor despesa na organização no que diz respeito a água, luz, entre outros.

Relativamente às desvantagens, destacam-se:

  • Para os salários se manterem iguais, correspondendo aos cinco dias de trabalho, será necessário que os níveis de produtividade se mantenham/aumentem significativamente, pois só dessa forma se justificará pagar a mesma remuneração;
  • Uma das maiores limitações prende-se com a mudança de mentalidades e comportamentos, pois existem setores de atividade subcarregados de trabalho e nos quais poderá ser difícil conseguir realizar o mesmo volume de trabalho em menos dias;
  • Para este método de trabalho ser possível, é crucial que tanto os funcionários como as empresas sejam orientados para a eficiência e eficácia no trabalho e não apenas para os rápidos resultados;
  • Existem empresas em que é impossível trabalhar neste método como, por exemplo, as que funcionam por turnos. Estas não conseguem reduzir as horas de trabalho, dada a especificidade do negócio.

Com a pandemia causada pela Covid-19, as empresas viram-se obrigadas a adaptar novas formas de trabalhar, mas será possível aplicar este regime em Portugal?

A flexibilidade aliada às mudanças da tecnologia, podem ser um passo primordial para uma legislação laboral que contemple esta nova modalidade de trabalho.

No entanto, para esta modalidade ser implementada em Portugal, vai ser necessário mudar mentalidades e redefinir métodos de trabalho.

Torna-se imprescindível que a sociedade repense a forma como vê o trabalho. Mas, para que a semana com quatro dias de trabalho se torne válida e os colaboradores da empresa possam equilibrar a vida pessoal e profissional, então, é obrigatório mudar comportamentos e assegurar altos níveis de produtividade.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *